pessoas

Margret Möller

Poucas pessoas puderam acompanhar tão de perto quanto Margret Möller o desenvolvimento da Escola Alemã Corcovado ao longo das décadas. Contratada em 1968 como professora, ela assumiu a direção brasileira 11 anos depois, tendo permanecido no cargo até o final de 2005. Nesse período, viu a escola crescer, inovar e se firmar como referência educacional.

Quando completou 20 anos na instituição, seu esforço para aproximar e integrar as culturas alemã e brasileira, construindo pontes sobre as fronteiras, foi reconhecido pela Alemanha, que a condecorou com a Bundesverdienstkreuz, a Cruz de Mérito do governo federal da Alemanha.

Seu legado também permanece vivo na escola, onde muitos dos projetos implantados sob sua gestão continuam em andamento, em constante aprimoramento.

No vídeo abaixo, Margret Möller fala sobre suas memórias da Escola Corcovado, desde os primórdios na Urca até a consolidação no bairro de Botafogo —um relato em primeira mão de quem viveu de perto as intensas transformações pelas quais a instituição passou nos últimos 50 anos.