Home  >  Nachrichten  >  Biblioteca indica obras que ajudam a entender o racismo


16.06.2020

Biblioteca indica obras que ajudam a entender o racismo

Nas últimas semanas, as manifestações do movimento Black Lives Matter (Vidas Negras Importam/Schwarze Leben zählen) nos Estados Unidos e no mundo intensificaram o debate sobre a luta antirrascista. 

Nesse contexto, a Biblioteca da Escola Alemã Corcovado reuniu indicações de livros, séries e filmes que ajudam a entender o racismo e como ajudar no combate à desigualdade racial. O "Pequeno Manual Antirracista", de Djamila Ribeiro; "Sulwe", de Lupita Nyong'o; e o documentário "A 13ª Emenda" são alguns dos títulos sugeridos, voltados para diferentes faixas etárias. 

Veja abaixo a lista completa.

 

Kiriku e a feiticeira (filme)

Kiriku é um garoto pequeno, mas muito inteligente e com dons especiais, que nasceu com a missão de salvar sua aldeia. A cruel feiticeira Karaba secou a fonte do lugar onde Kiriku mora com amigos e parentes e, possivelmente, devorou o pai e os tios do menino. Encontrando amigos e seres fantásticos pelo caminho, Kiriku vai resolver a situação. História baseada em uma lenda da África Ocidental 

Gênero: Infantil 

Faixa Etária: Livre 

Referência: OCELOT, Michel. Kiriku e a feiticeira. França, FRA: Imovision, [20--]. 1 DVD, son., color. 

 

Selma: uma luta pela igualdade (filme)

Cinebiografia do pastor protestante e ativista social Martin Luther King Jr. (David Oyelowo), que acompanha as históricas marchas realizadas por ele e manifestantes pacifistas em 1965, entre a cidade de Selma, no interior do Alabama, até a capital do estado, Montgomery, em busca de direitos eleitorais iguais para a comunidade afro-americana. 

Gênero: Biografia 

Faixa Etária: 14 anos 

Referência: DUVERNAY, Ava. Selma: uma luta pela igualdade. Estados Unidos, USA: Disney, 2015. 1 DVD, son., color.

 

Sulwe (livro)

Sulwe tem a pele da cor da meia-noite. Ela é mais escura que todos de sua família. Ela é mais escura que todos de sua escola. A Sulwe só queria ser bonita e cheia de luz como sua mãe e sua irmã. Quando ela menos esperava, uma jornada mágica no céu da noite abriu seus olhos e fez com que tudo mudasse. 

Gênero: Literatura Infantojuvenil 

Referência: NYONG'O, Lupita. Sulwe. Ilustrações de Vashti Harrison. Tradução de Rane Souza. Rio de Janeiro, RJ: Rocco, 2019. 41 p., il. col. ISBN 9788570870117. 

O ódio que você semeia (livro)

Uma história juvenil repleta de choques de realidade. Um livro necessário em tempos tão cruéis e extremos. 

Starr aprendeu com os pais, ainda muito nova, como uma pessoa negra deve se comportar na frente de um policial: Não faça movimentos bruscos; Deixe sempre as mãos à mostra; Só fale quando te perguntarem algo; Seja obediente. 

Quando ela e seu amigo, Khalil, são parados por uma viatura, tudo o que Starr espera é que Khalil também conheça essas regras.  

Um movimento errado, uma suposição e os tiros disparam. De repente, o amigo de infância da garota está no chão, coberto de sangue. Morto. 

Em luto, indignada com a injustiça tão explícita que presenciou e vivendo em duas realidades tão distintas (durante o dia, estuda numa escola cara, com colegas brancos e muito ricos - no fim da aula, volta para seu bairro, periférico e negro, um gueto dominado pelas gangues e oprimido pela polícia), Starr precisa descobrir a sua voz. Precisa decidir o que fazer com o triste poder que recebeu ao ser a única testemunha de um crime que pode ter um desfecho tão injusto como seu início. 

Acima de tudo, Starr precisa fazer a coisa certa. 

Gênero: Literatura Juvenil 

Referência: O ÓDIO que você semeia. Tradução de Regiane Winarski. Rio de Janeiro, RJ: Galera, 2017. 379p. ISBN 9788501110817. 

Pequeno Manual Antirracista (livro)

Neste pequeno manual, a filósofa e ativista Djamila Ribeiro trata de temas como atualidade do racismo, negritude, branquitude, violência racial, cultura, desejos e afetos. Em onze capítulos curtos e contundentes, a autora apresenta caminhos de reflexão para aqueles que queiram aprofundar sua percepção sobre discriminações racistas estruturais e assumir a responsabilidade pela transformação do estado das coisas. Já há muitos anos se solidifica a percepção de que o racismo está arraigado em nossa sociedade, criando desigualdades e abismos sociais: trata-se de um sistema de opressão que nega direitos, e não um simples ato de vontade de um sujeito. Reconhecer as raízes e o impacto do racismo pode ser paralisante. Afinal, como enfrentar um monstro desse tamanho?  

Djamila Ribeiro argumenta que a prática antirracista é urgente e se dá nas atitudes mais cotidianas. E mais ainda: é uma luta de todas e todos. 

Gênero: Racismo; Preconceito Racial 

Referência: RIBEIRO, Djamila. Pequeno manual antirracista. São Paulo, SP: Companhia das Letras, 2010. 133 p. ISBN 9788535932874. 

A 13ª Emenda (filme)

Gênero: Documentário 

Classificação: 16 anos 

Plataforma: Netflix 

Resumo: Estudiosos, ativistas e políticos analisam a correlação entre a criminalização da população negra dos EUA e o boom do sistema prisional do país. 

Disponível em: https://www.netflix.com/br/title/80091741?source=35 

Atlanta (série)

Classificação: 18 anos 

Plataforma: Netflix 

Resumo: Dois primos, o rapper Paper Boi e seu empresário Earn, tentam alcançar a fama juntos na cena musical de Atlanta, Georgia. 

Disponível em: https://www.netflix.com/br/title/80123779 

Olhos que Condenam (série) 

Classificação: 16 anos 

Plataforma: Netflix 

Resumo: Cinco adolescentes do Harlem vivem um pesadelo depois de serem injustamente acusados de um ataque brutal no Central Park. Baseada em uma história real. 

Disponível em: https://www.netflix.com/br/title/80200549?source=35 

 

Cara Gente Branca (série)

Classificação: 16 anos 

Plataforma: Netflix 

Resumo: Alunos negros de uma conceituada universidade norte-americana enfrentam desrespeito e a política evasiva da escola, que está longe de ser "pós-racial". 

Disponível em: https://www.netflix.com/br/title/80095698?source=35 

 

 

 



Ähnliche Nachrichten

Auszeichnungen und Mitgliedschaften